Gladston Salles

O amor é o tudo no nada que somos

Textos

                                       ONDE ESTÁ O CIVISMO?..


No bairro de Madureira foi realizado um desfile cívico em comemoração a data da Independência do Brasil.Estudantes e escoteiros se apresentaram.Cada grupo procurou fazer o melhor para garantir o aplauso do público.E a Banda Marcial do Colegio Mercurio fez uma apresentação empolgante.Foi gratificante assistir ao desfile,principalmente das escolas públicas que sem recursos demonstraram muita criatividade (graças ao trabalho incansável dos professores dedicados a arte do ensino e preocupados com o futuro da nação). Nos tempos atuais o civismo vem perdendo força.O sentimento de amor a Pátria e o respeito aos símbolos nacionais vem cedendo lugar a banalidades.A  falta de reverência a bandeira e ao hino nacional é um fato lamentável.A população se mostra desinteressada e apegada a valores menores e insignificantes que enfraquece a unidade nacional.Precisamos enaltecer os valores cívicos e resgatar com determinação e entusiasmo o amor incondicional a Pátria.
Foi muito triste a ausência  injustificável de autoridades militares e do governo para prestigiar o desfile que contou apenas com a presença da guarda municipal e um palanque acanhado onde se via duas diretoras de ensino e um senhor (membro de clube de serviços).Na rua nenhuma bandeirinha ou enfeite. Apenas o aplauso dos pais de estudantes e alguns curiosos.Com certeza se fosse desfile no carnaval a situação seria outra: haveria apoio financeiro,decoração, reportagem de TV,autoridades do governo,celebridades e grande participação popular.
Onde está o civismo?..
- Ainda bem que não faltou o sorriso de crianças que simboliza a esperança...



 
Gladston Salles
Enviado por Gladston Salles em 21/09/2008
Alterado em 22/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link gladstonsalles.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras